Lembrando que...

No meu blog há inúmeras imagens, artigos e materiais encontrados na internet.
Caso vc seja o autor de quaisquer materiais, deixe seu recadinho, que lhe darei os devidos créditos.
Sem mais,
Julia Campanucci

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Arrependimento!


Nada causa maior tristeza do q a sensação de arrependimento,
me apavoro diante a imensidão deste dragão q nos assombra
qdo tomamos uma decisão, as vezes, precipitada,
outras vezes, impensada.
O pior é q arrependimento é como uma faca de dois gumes
pois por um lado vc teme se arrepender de algo q não fez, e
por outro lado teme arrepender-se por algo q fez... e aí?!
Aí, o jeito é ser intenso... e eu particularmente sou bem intensa
totalmente intensa e insana tbem, rsrsrs
Dou tempo ao tempo, sou teimosa, insistente e misturado a tudo
isso, sou daquelas que agarra as oportunidades, que quer tentar,
inovar, se apaixonar...
Complexo?
Sim, mas é uma complexidade q faz todo sentido, rsrsrs
É como jogar truco, vc tem um parceiro, tem as cartas na mão
e deseja muito ganhar a partida... logo após o ínicio do jogo
vc passa a sinalizar ao seu parceiro, afim de que ele se arme
e mais, que ele se junte ao seu esquema... vc dá um tempo, uma ou duas
rodadas para que ele se arranje ... e nada... vc poderia esperar mais algumas
rodadas mas, de repente, vc está com o jogo ganho nas mãos... aí não tem jeito
vc grita truco e põe as cartas na mesa... o jogo está perfeito!
Mais um ponto pra vc´s!
Arrependimento? Nenhum!!! Afinal vc fez tudo o q podia:
sinalizou, aguardou, se armou e ganhou
vai se arrepender do que?
Na vida real é do mesmo jeito
tem que fazer aquilo q se acha certo:
tem que dizer o que sente, o que pensa,
tem que sinalizar, tem que olhar e falar
É preciso saber esperar, dar um tempo para que o nosso
amigo, companheiro, chefe...
pense e repense
dar ao sujeito uma nova chance
mas não pode nunca deixar de
dar a si mesmo a chance de ser ganhadora,
sair vencedora de qualquer partida
desta vida!

Eu já me sinto a felizarda desta nova etapa!
rsrsrsrs

Julia Campanucci

Um comentário:

dm777 disse...

Acho que é possível meditar muito e decidir no coração o que fazer, quando fazer, como fazer.. e mesmo assim, garantias de que vai dar tudo certo, não há. Esse é o tempo de pensar, de ponderar. Mas, decisão tomada, a única garantia que você pode ter e se dar é a certeza de ter feito o melhor, e que arrependimento pode vir disso? Nenhum, se você quiser! rs